Rollemberg aposta em Barbosa e critica adversários

Análise da entrevista do correio brasiliense com o governador do DF Rodrigo Rollemberg.

Rollemberg acredita que ex-presidente do STF será a grande novidade na eleição de outubro e trabalha por aliança com PDT, Rede e PCdoB. “Seria muito ruim para a cidade que as forças vinculadas à corrupção, que as forças que colocaram Brasília nas páginas policiais retornassem ao comando do governo justamente depois de o Estado, com um sacrifício muito grande, ter sido saneado” Sempre tem um culpado: esse e o governo com o slogan “a culpa não e minha”.

Mesmo a quase 4 anos frente a gestão pública do DF o governador além de não ter feito nada ainda diz que a culpa de ele não ter feito nada e do seu antecessor.

A menos de seis meses das eleições, o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) já deixa claras e públicas suas preferências políticas. Defende uma ampla aliança com partidos de centro-esquerda, como PSB, PDT, Rede e PCdoB, já no primeiro turno, tanto local, quanto nacional. Sem o PT, legenda que prefere manter distância. “Hoje, grande parte da crise que o país está vivendo é de responsabilidade do PT. Então, neste momento, não considero que seja positiva essa aliança”, diz o governador. Rollemberg acredita que os petistas erraram ao se unir a partidos como MDB, PP, PR e PTB.

Li e reli por mais de duas horas a entrevista concedida por Rodrigo Rollemberg ao Correio Braziliense deste domingo (22), no caderno de cidades. Após muita reflexão para não ser injusto, chego à conclusão que este cidadão acha que o povo do DF tem cara de Otário para o resto da vida. É desnecessário o que o mesmo diz em suas afirmações na reportagem. Querer dizer que os sindicatos rezam em sua cartilha, Rollemberg continua preso a gaiola dos loucos e precisa de óleo de peroba. Perdeu o senso de raciocínio, talvez corroído pelo tempo. Rollemberg, sabe que nenhuma pesquisa de opinião, ou mesmo no boca a boca nas ruas, a sociedade não quer vê-lo novamente no palácio do Buriti.

Nem dando continuidade as obras deixadas pelo governo Agnelo, Rollemberg, foi capaz de mostrar o mínimo de competência para gerir os rumos da capital. Retroagimos em todos os sentidos. O atraso na administração pública é visível. Vamos levar muitos anos para recuperar a confiança na política e nos políticos. Rollemberg: assim não dá!

O Correio Braziliense em queda absoluta na nobre missão de formador de opinião pública, precisa se reciclar sua linha editorial. Precisa ser imparcial. E uma boa reportagem como ensina o bom jornalismo tem de ter começo, meio e fim.

Mesmo quando se trata de notinhas de bastidor, é preciso não escorregar na informação. O matutino a cada dia que passa joga fora a credibilidade conquista junto à sociedade ao longo de sua história e que se esvai no ralo raso da parcialidade em suas notinhas sem fundamento.

Novidade?

Novidade mesmo só o Joaquim Barbosa é verdade já que o Chico Leite ex-petista, Cristovam Buarque ex-petista e até o Rodrigo era da base do PT. Todos se elegeram como o apoio do PT. Pergunta que não quer calar: todos eles juntos fizeram o que por Brasília? Honestidade todos os políticos se pautam por este “valor”, mas por acaso você leitor e desonesto? Quem e mais corrupto/desonesto o cidadão de bem ou a classe política e servidores públicos? A cada dia, um servidor é demitido por corrupção. Vale lembrar que houve escândalos de fraudes e corrupção na atual gestão. DFTrans.

Ajuste Fiscal?

O governador diz com orgulho sobre ajuste fiscal, mas e conversar para grego olha o que aconteceu com o ajuste que ele e sua equipe fez.

Teve arrocho a população com o aumento dos impostos IPVA, ICMS, IPTU, ISS, aumento da gasolina, diesel, álcool, gás de cozinha, água, luz, etc.

Por que sem o PT? Porque a culpa e do PT! Lembre-se o Rodrigo sempre foi base aliada do PT se elegeu por várias vezes com o apoio da militância petista, mas agora cospe no prato que outrora o alimentava.

Onde Lula e o PT erraram? Em qual cenário o PSB não foi base nos governos Lula? Eles estiveram em todos os governos e agora querem se desligar, mas a história não pode ser apagada. Quando perguntado sobre o seu vice ele disse que o seu próximo vice será uma pessoa com maturidade, confiança, responsabilidade, etc. Forte isso!

Vale lembrar que em 2014 na eleição que elegeu Rodrigo Rollemberg um dos seus padrinhos era Aécio Neves do PSDB. Você se lembra?

 Leia a integra da matéria do correio usando este link!

Fonte: CB Cidades.  (Foto do topo da matéria: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)

 

Anúncios

3 comentários em “Rollemberg aposta em Barbosa e critica adversários”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.